• AEDER-PR

Recuperação de trecho da PR-323 beneficia 550 mil pessoas


Foto: Divulgação DER/PR

Fonte: DER/PR

Na PR-323, no Noroeste do Estado, foram iniciados serviços de fresagem, que é a retirada da camada superior do pavimento, seguida pela reperfilagem, que consiste na aplicação de concreto betuminoso usinado a quente (CBUQ) e compactação desse material. O resultado será uma pista plana, sem deformações e buracos. Os trabalhos começaram em Cianorte e devem ser executados até Maringá, em uma extensão de 77,11 quilômetros.


Os serviços integram o lote oito do Programa de Conservação e Recuperação com Melhorias do Estado do Pavimento (Cremep), realizado pelo Governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR). Além da fresagem e reperfilagem, o programa inclui ainda aplicação de microrrevestimento, melhoria nos sistemas de drenagem, pintura de sinalização horizontal e colocação de tachas e tachões refletivos.


Os trabalhos neste trecho da PR-323 vão beneficiar cerca de 550 mil habitantes de Cianorte, Jussara, Doutor Camargo, Paiçandu e Maringá. “A 323 é uma das rodovias mais importantes da região Noroeste, uma via que estamos olhando com muita atenção e que terá um papel importante para o futuro do Paraná”, afirma o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex. “Por isso estamos investindo nela já, com obras e serviços de manutenção”.


Demais trechos da rodovia, rumo a Umuarama e até Iporã, onde ela termina, serão contemplados por outros lotes do Cremep.


As atividades deste lote do programa serão executadas em 306 quilômetros de 11 rodovias estaduais, um investimento de R$ 60,3 milhões. Os serviços tiveram início em 13 de agosto e a previsão para conclusão é de um ano.

6 visualizações

Receba nossa Newsletter.

Cadastre-se!

©2019 Desenvolvido por Reversa Comunicação, uma marca da BOZZA ENGENHARIA DE NEGÓCIOS LTDA.