• AEDER-PR

COVID-19: Carta aberta à Sociedade Paranaense


A Associação dos Engenheiros DER/PR, AEDER/PR, no exercício de suas atribuições institucionais de auxiliar no desenvolvimento da sociedade paranaense e tendo como norte a preservação da vida, vem por meia desta externar seu irrestrito apoio ao cumprimento das regras sanitárias e de prevenção à pandemia da Covid-19 (coronavirus).


As medidas de isolamento, quarentena, teletrabalho, entre as outras previstas no decreto Estadual 4230/2020 editado pelo Exmo. Sr. Governador do Estado do Paraná visam o enfrentamento cautelar de uma enfermidade que tem o potencial não apenas de infectar milhões de pessoas em nosso estado, mas pior, ceifar milhares de vidas.


Sabe-se, pois de conhecimento comum e plenamente divulgado, que o público mais vulnerável e suscetível à essa enfermidade são aqueles previstos no artigo 7º do Decreto 4230/2020, tais como os idosos (acima de 60 anos), portadores de doenças crônicas, imunodeprimidos, grávidas e lactantes.


Por tal motivo, todos eles, inclusive os maiores de 60 anos, estão formalmente dispensados da prestação dos serviços públicos, sendo-lhes facultado e recomendado que possam exercer suas atividades no regime de teletrabalho, de modo a se tentar minimizar os impactos sociais e tentar manter a normalidade na prestação do serviço público.


Ainda, também é de conhecimento geral da sociedade e sobretudo da Diretoria Geral e do Ilustríssimo Senhor Secretário de Infraestrutura, que existem no DER/PR e na SEIL (apenas para citar os órgãos da administração em que a AEDER mais possui associados), centenas de servidores com mais de 60 anos de idade, isto é, enquadrados no público alvo de maior atenção e cuidado que TODOS devemos observar.


São engenheiros, laboratoristas, fiscais, efetivos e terceirizados, que fazem parte da cadeia produtiva e fiscalizatória que é a espinha dorsal de atuação do DER/PR e da SEIL.


Dezenas de associados da AEDER/PR, assim como seus colegas de trabalho que não associados, externam imensa preocupação de que mesmo com as dificuldades enfrentadas neste momento, ainda se mantenham as obras e serviços de fiscalização na execução dos contratos de conservação.


Isto porque, tais obras de conservação necessitam de dezenas de trabalhadores concentrados, mantendo contato que muitas vezes acaba sendo mais próximo, seja no canteiro de obras, momentos de alimentação, alojamento. Situações que inegavelmente contrariam as recomendações de cautela e saúde pública.


Além dos terceirizados, os servidores do DER/PR responsáveis por atuaram diretamente no controle e fiscalização, cuja força de trabalho já está deveras reduzida, precisam se deslocar entre cidades, mantendo contato com dezenas de pessoas.


Ademais, a continuidade das obras pode ocorrer agravamento da situações e determinados serviços, com interrupções decorrentes da calamidade pública, poderiam ser perdidos, refeitos ou complementados futuramente, ocasionando gastos públicos que, neste momento, entende-se deveriam ser momentaneamente contingenciados, em prol do bem comum e como forma de precaução às incertezas deste momento tão difícil à sociedade.


É evidente que as empresas, os servidores, enfim, todos os envolvidos jamais se furtarão em prestarem seus serviços com denodo, qualidade e dedicação, o que entendem, em muitos casos, podem ser prestados de forma remota, mediante teletrabalho. Porém, em tais momentos de emergência sanitária e calamidade em saúde pela qual o mundo inteiro passa, entende-se que a cautela é a melhor solução, seja para preservar a saúde, a sanidade e o próprio Erário.


A AEDER/PR, então, manifesta seu total apoio para que os servidores e seus associados, bem como os funcionários e empresas terceirizadas paralisem seus serviços neste momento, pelo prazo que se entender razoável e atentando-se às determinações das autoridades sanitárias.


Certos de que o pleito é justo, correto e razoável, pede-se força, perseverança, serenidade para que todos, juntos, possamos superar este momento de dificuldade e a normalidade voltar à nossa sociedade.




Julio Cesar Vercesi Russi

Presidente da AEDER-PR


208 visualizações

Receba nossa Newsletter.

Cadastre-se!

©2019 Desenvolvido por Reversa Comunicação, uma marca da BOZZA ENGENHARIA DE NEGÓCIOS LTDA.